Redução de custos na clínica: como fazer de maneira eficiente

Redução de custos na clínica: como fazer de maneira eficiente

Um dos grandes segredos para o sucesso de qualquer negócio é ter melhores resultados utilizando o mínimo de recursos. Afinal, se uma empresa tiver gastos muitos altos, é quase impossível mantê-la. Neste sentido, a redução de custos é uma preocupação constante dos gestores, inclusive de clínicas médicas, nas quais isso pode ser um fator decisivo para a lucratividade.

No entanto, o setor de saúde sempre enfrenta o desafio de reduzir custos sem prejudicar a qualidade do atendimento aos pacientes. Afinal, se eles não estiverem satisfeitos, o resultado é uma queda no número de consultas, o que é ainda mais prejudicial para a clínica.

Portanto, o melhor é buscar alternativas viáveis para a redução de custos. Por isso, a seguir, apresentamos algumas dicas valiosas que podem ser implementadas na sua clínica. Continue a leitura para saber mais!

Automatize processos

Já parou para pensar no tempo que a sua equipe (médicos, enfermeiros, técnicos, recepcionistas, entre outros) perde executando alguns procedimentos? Você pode estar gastando muito apenas para que pessoas façam tarefas repetitivas, que poderiam ser otimizadas com a ajuda da tecnologia.

O cadastro e atualização das informações dos pacientes, a marcação de consultas, a geração de faturas e tantas outras tarefas simples do dia a dia podem ser automatizadas. Isso ajuda a poupar tempo e, consequentemente, dinheiro. Assim, o trabalho dos profissionais pode ser melhor aproveitado em outras funções, como o atendimento aos pacientes.

Monitore os fornecedores

Se a sua equipe pode ser mais eficiente, os seus fornecedores também! A verdade é que, muitas vezes, nos acostumamos com algumas empresas parceiras, mesmo que elas não estejam entregando o serviço desejado.

Dessa forma, acompanhe de perto todas as ações dos fornecedores, desde a qualidade dos produtos e serviços até a agilidade na entrega. Pois se o custo benefício não estiver valendo a pena, talvez seja a hora de trocar de empresas.

Terceirize alguns serviços

Um ponto importante na redução de custos é a terceirização. Ela pode reduzir em até 30% os gastos com funcionários e mesmo algumas máquinas. Por isso, considere terceirizar algumas áreas da sua clínica, principalmente aquelas que não estejam ligadas aos seus serviços.

É o caso de se pensar na terceirização da limpeza, segurança, recepção, contabilidade e setor de TI. Equipamentos, como copiadoras e impressoras, consumidores de energia, entre outros, podem ter seus custos diluídos se forem contratados no modelo de outsourcing.

Adote equipamentos novos

Pode parecer estranho falar na aquisição de novos equipamentos se o objetivo é reduzir custos. Porém, a realidade é que máquinas antigas costumam gerar mais gastos com manutenção, consomem mais energia, além de serem menos eficientes.

Sendo assim, a troca de equipamentos trata-se de um investimento para a clínica. Por isso, considere a troca de computadores, iluminação, ar-condicionados, bem como de todos os aparelhos usados em diagnóstico e tratamentos que não apresentam bom rendimento.

Evite glosas na clínica

Esse é mesmo um terror para os médicos e gestores na clínica. As glosas podem comprometer o faturamento e a capacidade de pagamento da instituição, complicando a gestão financeira e a redução de custos.

Portanto, é muito importante evitar que elas aconteçam. Isso pode ser feito tanto pela adoção de processos padronizados quanto de ferramentas que contribuem para a otimização do trabalho dos colaboradores, evitando erros que podem impedir o pagamento pelas operadoras dos planos de saúde.

Simplifique a gestão financeira

A verdade é que a maioria dos médicos não estão preparados para realizar todas as tarefas administrativas de uma clínica, principalmente a gestão financeira. Mesmo profissionais capacitados podem se perder em meio a tantas obrigações.

No entanto, uma boa gestão financeira é um dos pilares da redução de custos. Pois, se for bem-feita, pode-se evitar problemas como a falta de recursos para o pagamento de contas e de verba no fluxo de caixa. Ou seja, o melhor é que você simplifique as finanças, de modo que todos os controles estejam centralizados em uma mesma ferramenta, como um software de gestão.

Controle o fluxo de caixa

Ora, uma boa gestão financeira começa pelo fluxo de caixa. Sem um controle rigoroso, você não consegue saber quanto fatura e o que precisa pagar. É nele que suas decisões financeiras precisam se embasar, sendo determinantes para o funcionamento de toda a clínica. Se estiver em dia, pode conseguir descontos em pagamentos à vista ou conseguir melhores condições de parcelamento, por exemplo.

Por isso, mantenha um controle rigoroso sobre as entradas e saídas da clínica, bem como se as contas estão em equilíbrio. Do contrário, pode ser necessário renegociar dívidas com alguns credores. O importante é que você possa prever e se antecipar a situações que colocam em risco a saúde financeira do negócio.

Treine a sua equipe

Por fim, destacamos que não dá para tentar implementar as mudanças descritas acima sem o envolvimento de todos os seus colaboradores. Afinal, eles são peças essenciais para o bom funcionamento da clínica e, claro, para a redução de custos.

Assim, converse bastante com eles, conscientizando-os sobre a importância de aderirem aos novos processos, usarem os equipamentos corretamente e pouparem recursos. Se for preciso, invista em treinamentos internos e em campanhas de comunicação.

Em alguns casos, pode ser necessário fazer demissões e contratar outros profissionais. Por sinal, essa é uma decisão estratégica para a redução de custos e que deve ser bem avaliada. No próprio recrutamento pode-se destacar a preocupação da clínica em aproveitar bem o tempo e os recursos da empresa e o papel de cada colaborador para esse objetivo.

Enfim, a redução de custos não é uma tarefa fácil e não é algo que vai acontecer da noite para o dia. Avalie todas as possibilidades, planeje e pense bem antes de tomar decisões. Para tanto, não deixe de contar com a ajuda de seus colaboradores e com todo o potencial que a tecnologia oferece. O sucesso da sua clínica pode depender disso!

Gostou de saber como fazer redução de custos? Quer conferir outras dicas para melhorar a administração do seu negócio? Então, leia também 8 vantagens de usar software de gestão para clínicas médicas!

Dê-nos sua opinião