Como escolher o melhor software odontológico para sua clínica?

Como escolher o melhor software odontológico para sua clínica?

Quando paramos para refletir sobre as diversas maneiras com que a tecnologia agrega vantagens à área da saúde, não podemos considerar apenas os equipamentos de ponta e destinados aos procedimentos. É preciso levar em conta desde processos operacionais até os estratégicos.

Bons exemplos disso são os softwares de gestão, presentes tanto em pequenos consultórios quanto nos grandes hospitais, que oferecem recursos para uma gestão eficiente. Mais do que auxiliar os gestores, o sistema está alinhado aos demais setores e equipes da clínica, bem como aos pacientes.

Diante da variedade de opções no mercado, como é possível escolher pelo melhor software odontológico? A resposta para essa pergunta você encontra no decorrer do artigo, pois abordaremos os principais aspectos envolvidos na sua decisão. Continue a leitura!

O conceito de software odontológico

Antes de considerar quais funcionalidades devem estar presentes no software, é preciso entender o seu conceito, ou seja, quais necessidades e demandas empresariais o sistema de gestão deve sanar.

Gerir uma clínica não é tarefa simples. Aquele profissional cuja formação acadêmica foi destinada à assistência em saúde se transforma em empreendedor. Novos conceitos e tarefas são atribuídos à pessoa, como analisar custos, demandas, marketing e remunerações.

Por outro lado, o profissional não deve se esquecer de seu objetivo principal: cuidar dos pacientes. Concentrar todas essas tarefas nas mãos de uma única pessoa ou equipe se mostra um erro, visto que elas demandam tempo — e as falhas podem levar seu negócio à falência.

O cenário parece desanimador, mas estamos aqui para mudar essa realidade. Com a implementação de um software de gestão, os administradores ganham um importante aliado na missão de gerir uma clínica.

Ao reunir todos os processos operacionais da clínica em um único sistema, a equipe pode se dedicar aos planejamentos e às estratégias. Então, o papel crucial do software está em automatizar aquilo que antes era realizado de maneira arcaica pelo ser humano.

Os atributos que o melhor software odontológico deve ter

Agora que você já sabe qual é a função do software de gestão em um consultório odontológico, chegou a hora de conhecer os atributos que a ferramenta deve apresentar. Veja a seguir!

Controle de agendamentos

Pensando na clínica como um investimento, os clientes podem ser considerados os pacientes do local. Ao entrar em contato com o estabelecimento, as pessoas buscam pela prestação de algum tipo de serviço, portanto é fundamental que, desde esse momento, seja oferecido um atendimento de qualidade.

O uso do software de gestão permite um maior controle da agenda do local. Por meio do planejamento de tempo, com a definição de horários para consultas e intervalos, são evitadas situações de caos e desordem, as quais podem gerar atrasos ou ociosidades.

Gestão de contas a pagar

Mas não é apenas o controle dos agendamentos que o software possibilita. Sua implementação permite o gerenciamento eficiente dos recursos financeiros da clínica. Por meio de um controle das entradas e saídas, a equipe responsável pelas finanças consegue ter um panorama da situação econômica do estabelecimento.

Isso é fundamental para mantê-lo em uma faixa de funcionamento considerada saudável, sem o risco de prejuízos ou até falência. Vale lembrar que o software concentra todas as informações, registrando tudo aquilo que entra ou sai do caixa local.

Facilidades de uso

Além de ter um maior controle sobre as operações principais da clínica, é de suma importância que o desenvolvedor do sistema pense sobre as funcionalidades e o layout envolvido.

O fato é que, ao solicitar a implementação de um sistema, toda a equipe deve passar por treinamentos, a fim de se tornar capacitada e apta para manuseá-lo. Porém, é fundamental que os comandos sejam intuitivos, facilitando a adaptação e a habituação aos recursos.

Suporte operacional

Por fim, considerando as eventualidades de instalação, adaptação e funcionamento, é possível que haja momentos de dificuldade ou inconsistência do sistema. Tal tipo de situação é inevitável, mas o suporte recebido se mostra o diferencial nesse aspecto.

Portanto, considere essencial esclarecer sobre o suporte operacional oferecido pela empresa desenvolvedora do software. Analise os prazos para soluções, a disponibilidade do serviço e os custos envolvidos.

Bom custo-benefício

Por fim, entramos no âmbito do preço que o investimento custará para a clínica. Nesse momento, é preciso pensar na relação custo-benefício de cada opção de software. São diversas opções no mercado, sendo que cada uma tem suas particularidades.

Procure por aquele serviço que será capaz de suprir suas necessidades, atendendo de maneira mais próxima da excelência às demandas específicas da clínica. Considere, ainda, a possibilidade de personalização — sem se esquecer do valor que será investido, é claro.

Os benefícios proporcionados à gestão

Sabendo do conceito e dos atributos de um software de gestão, restou alguma dúvida quanto às vantagens proporcionadas para a clínica? Caso as ideias ainda não estejam claras, vamos fazer um apanhado dos impactos para o estabelecimento.

O primeiro aspecto a ser reforçado é que um software direciona a atenção das equipes para as tarefas que exigem, de fato, o raciocínio humano, bem como suas competências de planejamento estratégico e atendimento humanizado.

Dessa forma, os colaboradores podem priorizar as análises dos resultados, o levantamento de metas e, principalmente, a definição de estratégias para um melhor o desempenho da clínica. Além disso, deixando de focar em questões operacionais, as equipes destinam uma atenção redobrada e qualificada aos pacientes.

Com o atendimento mais competente e voltado à humanização, o vínculo com os usuários é fortalecido. Isso aumenta a confiança do paciente na clínica, fidelizando-o para serviços posteriores.

Por fim, o resultado da implementação de um software é percebido com o aumento do lucro da clínica. A razão é simples: a otimização do tempo, aumentando o número de consultas e diminuindo os horários não preenchidos.

Além disso, por meio dos relatórios gerados e do controle financeiro, a gestão consegue analisar como estão os gastos locais. Assim, são direcionados investimentos para aquilo que realmente carece de melhorias, enquanto os serviços que já são bem-sucedidos passam por um aperfeiçoamento.

Viu só como um software de gestão é fundamental para o sucesso da clínica? Procuramos levantar os principais pontos para a escolha do melhor software odontológico, de acordo com as necessidades mais frequentemente observadas nesse segmento. Não tenha dúvidas de que um bom sistema funciona alinhado às necessidades da gestão, caminhando ambos em direção ao sucesso.

Interessou-se pelo assunto e deseja implementar um software de gestão na clínica? Não perca mais tempo: entre em contato conosco agora mesmo e venha conhecer as soluções do SimDoctor!

Dê-nos sua opinião